quinta-feira, 2 de junho de 2011 | By: manfarita

Motos em miniaturas

Este é o primeiro poste que eu faço, porque depois que ensinei a Paula mexer nisso não consigo nem chegar perto do PC rsrs, como meu primeiro poste aqui no nosso blog escolhi minha motos, são algumas miniaturas , mais uma vez muita lata de azeite, arame alfinetes e coisinhas de metal encontradas no caminho. 

Uma Lambreta ou Vespa, na verdade ambas são   fabricas italianas que depois da II guerra tiveram que se adaptar e pra não fechar as portas, adaptaram as linhas de produção para aproveitar a febre mundial por motonetas ou scooter como eram chamadas pelos Yankees. .

 Os triciclos são em sua grande maioria um Frankenstein, usando peças de tudo quanto é sucata de veículos. O motor aqui no Brasil é geralmente um VW a ar, mas também não falta quem utilize qualquer outra coisa que possa faze-los andar, neste caso o motor veio de um carrinho a corda salvo do lixo do meu enteado.

 As Bobbers eram motos do pós-guerra, adulteradas ou feitas por mecânicos habilidosos usando peças de motos industrializadas e algumas coisas que tinham em suas garagens, como as Bobbers não tem garupa esta ganhou um side-car,  possível graças ao balancim de por botão de pressão e um boleador  velho que eu tinha no fundo da garagem rs. 
 Esta amarela é uma Custon, moto estradeira, confortável e dificilmente encontrada como sai de fabrica sempre é customizada ( dai o nome ) pelos proprietários, a maioria das marcas se encarrega de disponibilizar uma infinidade de acessórios para os motoqueiro, mas,  também tem muita coisa de fundo de quintal.


E para terminar a moto que é sinônimo de estilo e liberdade, protagonistas do filme Easy Rider,  a Chooper tem este nome derivado do termo "cortar" em inglês , isso por elas terem nascido do hábito que alguns motoqueiros tinham (e tem) de cortar suas motos retirando o que julgavam desnecessário tornando-a mais leve e esguia. Com o tempo foram mexendo, alterando e hoje existem  choopers que são verdadeiras obras de arte . 

5 comentários:

Maria Dobradura disse...

Olá
Vou repassar para meu genro um grande amante de motos, pois eu que não sou aficcionada a elas, adorei as historias tanto das motos como do caminho das miniaturas!
Parabens
Maria Lúcia/Maria Dobradura

K.Munhoz disse...

Oi amiga, tem selinho pra você lá no meu cantinho!
bjs

Maria Reciclona disse...

Querida, passando para agradecer a visita e conhecer seu blog. Estou apaixonada por tudo aqui... É tanta coisa para apreciar que vou ter que fazer visitas programadas (rs,rs) Amei essas motos. E os instrumentistas que o Henrique faz... Super lindos. Sobre sua solicitação para postar o cabide de sapatos, sinta-se à vontade. Como você pode ver o cabide para gravatas eu adaptei do cabide para sapatos que é de um outro blog ( a fonte esta citada na última foto) Como o texto estava em inglês fiz uma "tradução" . Pode ir no ctrl C ctrl V. Olha já estou te seguindo e volto muito por aqui. Depois comento os posts separadamente. Até mais. Abraço Mazza

esculturas disse...

OLá ! parabéns, faço algumas, porém, um pouco diferente. www.estanagelartes.com

PAOLO MONTE CRUZ RODRIGUES disse...

Muito legal as miniaturas de moto ?? Estão a venda ??? Se estiverem por favor me manda o contato pelo e-mail paolomonte@hotmail.com, parabéns !!!!!

Postar um comentário